CONVERSINHA: FENKI

Marllon Gauche

Fala, galera! Se vocês ainda não conhecem o trabalho do FENKI, está na hora de abrir os olhos para este talento que, pouco a pouco, está encantando o público de Portugal. O DJ e produtor conecta as referências do House clássico de Erick Morillo e St. Germain com o Future House Pop de Avicii e Calvin Harris para formatar sua assinatura. Emplacando uma série de singles nos últimos meses, Fenki é o convidado para nossa Conversinha de hoje:

WoR: Olá, FENKI! Tudo bem? Essa coluna é uma conversinha mesmo, um bate papo tranquilo e despojado. Então vamos começar perguntando, o que você tem feito nesses últimos dias? 

FENKI: Olá, pessoal! Nestes últimos dias reestruturei o plano de lançamentos todo para 2021, ou seja, vem aí mais bombas do que tinha planejado inicialmente, rs. Mas tem que ser assim mesmo, I’m here To Make It Epic!

Atualmente, em que lugar de Portugal você está? Quando foi a última vez que veio ao Brasil? 

Eu estou no Porto. A última no Brasil foi no Carnaval 2020 onde toquei no Ame Laroc Festival!

Aí em Portugal, os clubes já estão ensaiando a retomada de atividades? Existe alguma perspectiva positiva para você voltar aos palcos?

Portugal está começando a ter a vida noturna de volta aos poucos… tô com uma saudade enorme de subir num palco, espero que neste verão já possa ser uma realidade, mas por enquanto ainda não dá para adiantar nada…

Conta pra gente qual artista do cenário eletrônico de Portugal você tem acompanhado mais de perto o trabalho? 

Para ser sincero não estou muito a par da cena em Portugal… no entanto, tenho prestado bastante atenção na cena da américa latina e nos clubs TOPs do mundo, com um olhar especial para Ibiza 😉

E como tem sido sua rotina dentro do estúdio? 

Incrível! Revisitei diversos projetos antigos e dei a vida que precisavam, por isso este ano vai ficar marcado pra mim, tenho muitas bombas para soltar!

Você tem realizado bastante lançamento com foco no Future House e, logo mais, testando algumas coisas no Future Rave. Como tem sido a aceitação do seu tipo de som por aí?

Na verdade, eu tenho apostado mais no Brazilian Bass, Future Rave, Melodic House e Techno House. Por aqui a vibe está mais no melodic House mesmo…

Os remixes também estão bombando, né? O que te chama a atenção em uma música pra te fazer desenvolver um remix em cima?

O vocal principalmente! A melodia também, mas o vocal é o factor decisivo.

Tem algum instrumento ou VST que te acompanha na maioria de suas produções?

O meu preferido, sem dúvidas, é o Serum… Foi um dos meus primeiros e a sua versatilidade e liberdade de criação são sem dúvidas as melhores características para desenvolver as ideias de qualquer música.

E as novidades de FENKI no geral, o que você já pode adiantar pra gente? Sabemos que vem uma track muito forte no início de junho… fale mais sobre “Let Me Go”

Ela vem para passar uma mensagem muito forte, para todos. Para mim, a ‘Let Me Go’ significa uma mudança do game que vocês vão perceber neste ano. Junto dela ainda vai ter um videoclipe incrível, ficou muito massa! Além disso, também vou fazer uma live especial pro lançamento… fiquem de olho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

ÖWNBOSS LANÇA 'PERFECT STRANGER' EM ESTREIA PELA CONTROVERSIA AO LADO DE MITCH E BRIANA

Em seu debut na CONTROVERSIA, Öwnboss lança “Perfect Stranger” em parceria com Mitch e os vocais de Briana, relembrando as festas e clubes tão amados que frequentamos antes do período pandêmico. Eduardo Fonseca, responsável pelo projeto, conta que “Perfect Stranger“ surgiu de uma base melódica bem diferente da track atual, […]