COPPOLA CONTA COM EXCLUSIVIDADE SUA ROTINA DURANTE ISOLAMENTO SOCIAL

Gustavo 1

Luiz Coppola Monegatto, mais conhecido por Coppola, é um jovem DJ e produtor underground de São Paulo. Tido como uma das promessas do techno nacional, o talentoso artista começou a se interessar por música eletrônica ainda adolescente e a cada ano vem ganhando mais espaço na cena underground brasileira.

O jovem produtor que recentemente lançou o EP ‘Kings & Queens’ pela DOC Records, gravadora de Gui Boratto, se apresentou recentemente de forma exclusiva por meio da plataforma de streaming social BeApp ao lado do próprio Gui Boratto e L_Cio.

Com a pandemia, a rotina dos artistas, principalmente DJs, tiveram uma reviravolta e tiveram que se reinventar para se apresentar.Foi exatamente neste momento em que as lives passaram a ser uma das únicas alternativas de entretenimento do público.

Pensando nisso, batemos um papo exclusivo com Coppola, sobre o atual momento em que vivemos. Confira a seguir.

WOR: Durante este período, como está sendo lançar novas músicas sem ter o “termômetro” do público nos eventos?

Boa tarde! E obrigado pelo convite! Então na minha opinião o público vai ver o seu DJ favorito tocar por que gostam do gosto musical e do repertório dele! E quando eu estou no studio eu aplico bastante isso! Porque eu acabo produzindo meio que pra “mim” por que sei que quem me acompanha, acompanha pelo gosto musical e pelo repertório que eu tenho. Então se o som me agrada, provavelmente irá agradar o meu público, porém agora quando você se apresenta é muito mais complicado porque você não esta vendo o rosto das pessoas que estão escutando, você não sabe se estão gostando.. isso é muito muito importante nas minhas apresentações e imagino que nas apresentações de 99,9% dos djs, tenho sentido falta do feedback da galera!

WOR: O que mais alterou em sua rotina neste período de adaptação de ficar em casa?

Não mudou muita coisa, só mudou que agora aos fins de semana eu não viajo mais para tocar e também não frequento mais festas, porem de segunda a sexta feira continuou praticamente igual, tirando o fato de que eu tenho estudado mais e buscando atingir sonoridades mais complexas.

WOR: Você acredita que por não haver eventos possa não existir um estilo musical vigente que impõe sobre os outros?

Eu não acredito em estilo musical vigente, acredito em estilos mais acessíveis do que outros, e isso sempre vai existir, claro as coisas mudam, todo ano acaba mudando um pouco os estilos que atraem grandes públicos, como por exemplo, a uns anos atrás teve a vez do brazilian bass, em seguida o tech house, depois o progressive house e por ai vai…

WOR: E por fim, uma curiosidade, quantos trabalhos já foram feitos durante o isolamento? Seguiu o mesmo estilo dos outros lançamentos?

Por incrível que pareça eu estava fazendo mais musicas antes da quarentena! Quando a quarentena começou eu me foquei em fazer sons “fora da caixa” e isso me levou a estudar outras coisas, então tirei esse tempo para fazer “experimentos” tenho finalizado menos sons porém tenho feito muito mais coisas boas! Nunca segui nenhum estilo, faço coisas diversas, de jazz a techno

Acompanhe Coppola nas redes sociais:

One thought on “COPPOLA CONTA COM EXCLUSIVIDADE SUA ROTINA DURANTE ISOLAMENTO SOCIAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

COM PEGADA GOOD VIBES, VICTOR EINSTEIN LANÇA 'STAYING OUT LATE'

Lançada na última semana em todas as plataformas digitais, o primeiro single autoral de Victor Einstein, ‘Staying Out Late’, conta com o vocal do brasileiro Marco, que mora na Flórida, nos Estados Unidos, e procura transmitir através de sua melodia uma atmosfera good vibes. Ouvi um trabalho do Marco no […]